O Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC) foi construído por iniciativa de Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, a partir da necessidade de ampliação do acesso a serviços hospitalares em Belo Horizonte e região metropolitana.

Foi viabilizado e equipado através de parceria público-privada entre a Prefeitura de Belo Horizonte e a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Novo Metropolitano S.A., iniciativa essa regida pela Lei 11.079 de 30 de dezembro de 2004, que institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada no âmbito da administração pública.

O HMDCC é finalidade da parceria, não sendo signatário do contrato, e se constitui como um Serviço Social Autônomo de natureza jurídica privada sem fins econômicos, com instituição autorizada por meio da Lei Municipal Nº 10.754, de 19 de setembro de 2014, que estabelece, ainda, as suas diretrizes de gestão.

Para o funcionamento cotidiano do hospital, o HMDCC é responsável pelas atividades assistenciais e a SPE Novo Metropolitano S.A. realiza serviços de apoio não assistencial e manutenção.

O HMDCC iniciou seu funcionamento em 12 dezembro de 2015, com uma primeira expansão de leitos e serviços em setembro de 2016. Há etapas de ampliações previstas para agosto e novembro de 2017, quando atingirá 189 e 343 leitos respectivamente, e março de 2018 atingindo sua capacidade total de 451 leitos.